Cunha diz ser evangélico, mas quer ajuda do papa para sair da cadeia


Preso há quase um ano, o ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha tem procurado de todas as maneiras obter um habeas corpus e responder em liberdade às acusações de corrupção que pesam contra ele.


Apesar de se dizer evangélico, ele tomou uma medida drástica: apelou para o papa. Segundo a carta-protesto divulgada por ele, Cunha foi injustiçado enquanto outras pessoas envolvidas na mesma operação da Lava Jato já foram libertadas.

“Apesar de ser evangélico e não acreditar que o papa é o representante de Deus na Terra, tenho de me render ao ditado popular e, quando não se tem mais a quem recorrer, recorra ao bispo ou ao papa.

Como o papa é mais graduado, ficarei com ele. No último dia 2 de maio, foi julgado o habeas corpus de Jose Dirceu na 2ª turma do STF e contra a vontade e o voto do relator, ministro Edson Fachin, foi libertado Dirceu. A partir desse momento, como uma criança que perde e leva a sua bola para casa acabando com o jogo, o ministro não pautou mais nenhum HC na turma. Ainda levou o HC de Palocci para o pleno do STF, sem pautá-lo, levando inclusive Palocci a impetrar um HC contra o próprio ministro Fachin pedindo julgamento.

Fonte: noticias.gospelprime


Cunha diz ser evangélico, mas quer ajuda do papa para sair da cadeia Cunha diz ser evangélico, mas quer ajuda do papa para sair da cadeia Reviewed by on 17:06 Rating: 5