O Projeto de Lei que "obriga nome completo e CPF" em postagens do Facebook está causando polêmica. Veja aqui

O projeto que vai tramitar no início de 2017 na Câmara dos Deputados, em Brasília, é mais um passo em direção a mordaça que a classe política pretende colocar nas redes sociais. O objetivo segundo alguns deputados contrários à medida é silenciar as redes sociais com vista nas eleições de 2018.


O Projeto de Lei n° 1.879 está causando polêmica. De autoria do deputado Silvio Costa (PSC/PE), a ideia é fazer com que usuários de redes sociais e blogs façam um cadastro antes de realizar um comentário. Assim, em vez de usar um nome falso ou comentar de maneira anônima, a pessoa teria que se identificar com nome completo e CPF.

Segundo o deputado autor do projeto, a ideia é inibir comentários depreciativos partindo de perfis falsos. “É importante para a democracia que as pessoas exerçam cidadania”, diz. “E não se pode exercer a cidadania com perfis fakes na internet.”


A lei, segundo Costa, deverá ser aplicada em blogs pessoais, sites e até em grandes redes sociais, como Twitter, Facebook e Instagram. “Existem gangues de pessoas com perfis fakes, inclusive com fins políticos, que não exercem a democracia nas redes sociais por não se identificarem”, comenta. “Identificar autores de comentários irá estimular ainda mais o debate e, principalmente, a cidadania.”

Caso o Facebook concorde com essa aberração é bem provável que o Brasil seja a mais nova Venezuela.
As informações são do site: brasilverdeamarelo.com
O Projeto de Lei que "obriga nome completo e CPF" em postagens do Facebook está causando polêmica. Veja aqui O Projeto de Lei que "obriga nome completo e CPF" em postagens do Facebook está causando polêmica. Veja aqui Reviewed by on 16:54 Rating: 5