O Brasil precisa sair das mãos dos políticos, diz Roberto Justus


 No momento em que a antipolítica se tornou central no cenário nacional, o empresário e publicitário Roberto Justus admite entrar na disputa presidencial em 2018. Garante que não se decidiu, mas reconhece que a ineficiência e corrupção fizeram a população se cansar dos políticos.

 O Brasil precisa sair das mãos deles, afirma. Depois das eleições de Donald Trump e João Doria, apresentadores, como ele, do programa O Aprendiz, Justus sabe que a comparação é inevitável. Não liga e diz que gostaria de ter debatido com Trump: “Eu o destruía em cinco minutos”, diz.

Candidato à Presidência
Pela primeira vez, admiti a possibilidade. Isso começou com um grupo de empresários. Conversando comigo, falaram: ‘Qual é o empresário que tem o teu perfil, líder de mercado onde atua, respeitado e que tem o conhecimento do grande público pelo fato de estar há 14 anos na televisão? Você não tem passado sujo, tem credibilidade, e é considerado um bom gestor’. E eu falei: ‘olha, é verdade’.


Topa ou não topa
O que está faltando para entrar em um projeto como esse é eu querer muito. E, para isso, estou analisando o cenário. Tem partidos novos, limpos ainda. Estou conversando com dois ou três partidos sobre essa possibilidade. Não estou decidindo uma candidatura ainda, porque não é o momento e porque não sei se é isso que quero. Mas tem um empresário amigo meu que disse: essa decisão não pertence a você, essa decisão pertence ao teu País.

Rejeição aos políticos
Admiti a hipótese de disputar porque precisamos tirar a gestão do País da mão dos políticos. Essa é a minha visão. Eu não vejo nenhum político, que possa vir a estar lá (na Presidência) daqui a dois anos, que possa fazer o Brasil pensar grande.
ENTREVISTA A MARCELO DE MORAES E GUSTAVO ZUCCHI
O Brasil precisa sair das mãos dos políticos, diz Roberto Justus O Brasil precisa sair das mãos dos políticos, diz Roberto Justus Reviewed by on 07:11 Rating: 5